Espaço Cultura e Diversidade
Thursday, 19 August 2021 19:52

Medalha Theodosina Ribeiro homenageia 17 mulheres por feitos notáveis

Medalha Theodosina Ribeiro homenageia 17 mulheres por feitos notáveis Mestres de Cerimônia e assessoras do mandato, Rozina de Jesus e Liége Pereira

Em 2021, a edição do evento anual da Alesp leva o nome de Thereza Santos

Ato solene virtual realizado na noite de sexta-feira (23/7) entregou 17 medalhas Theodosina Ribeiro a mulheres com feitos notáveis na sociedade. A cerimônia tem o intuito de empoderar mulheres negras no contexto social. Ela acontece anualmente desde 2013, e em 2015, após Resolução, tornou-se obrigatória na Assembleia Legislativa paulista. Ano passado, o evento não ocorreu por conta da pandemia de Covid-19.

A idealizadora e organizadora do prêmio, deputada Leci Brandão (PCdoB), abriu a solenidade dizendo que as homenageadas da noite entendem de igualdade, acreditam no gênero feminino e mostram um protagonismo em âmbito internacional, por terem enorme responsabilidade na vida das pessoas. Ela também lembrou do dia 25 de junho, em que é comemorado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha.

"Esse evento é uma das coisas que mais me honra enquanto deputada estadual de São Paulo. Envio um abraço a todas essas mulheres, que têm histórias de defesa da classe e de resistência racial. A noite de hoje me reanima e me dá forças para cumprir a minha missão", disse a deputada.

Além da parlamentar, compuseram a mesa virtual a professora Ana Cristina Juvenal da Cruz, do núcleo de estudos afro-brasileiros da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Marcus José Ribeiro, filho de Theodosina Ribeiro, e Bruna Brelaz, presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE). O deputado federal Orlando Silva enviou um vídeo cumprimentando as homenageadas e enaltecendo a iniciativa.

As homenageadas

Ao todo, 17 mulheres receberam as medalhas Theodosina Ribeiro.

São elas: Leda Maria Silva, gestora do Instituto Anchieta; Bernadete Machado de Anunciação, líder comunitária; Donizete Ferreira, a Mãe Zete, Ialorixá; Maria Lúcia de Lima, bióloga e presidente da Associação dos Moradores do Bairro e Adjacências da Ponte Rasa; Nilda Neves, assistente social e liderança do Movimento de Moradia; Roberta Estrela Dalva, apresentadora e ativista cultural; Ingrid Martins, rapper, escritora e poetisa; Marlene Rosa, Angelina Reis e Maria das Graças, coordenadoras do Espaço Cultural Adebankê; Normaci Sampaio, ativista pelos direitos das pessoas com autismo e mãe de autista; Maria Paulina Ambrósio da Silva, a vovó Tutu, líder comunitária e solidária; Marta Sobral, duas vezes medalhista olímpica com a seleção brasileira de basquete; Doutora Maria das Graças Pereira de Mello, conselheira e fundadora da OAB Mulher; Patrícia Borges, poetisa, produtora e apresentadora do TRANSarau; e Leda do Carmo, presidente da Escola de Samba Imperador do Ipiranga.

Além dessas 16, também recebeu a medalha, de maneira póstuma, a Dona Maria do Carmo Valério Nicolau, empresária e criadora da Muene, empresa de cosméticos para pele negra. Maria do Carmo receberia a medalha em 2020, mas a edição foi cancelada por conta dos efeitos do coronavírus. Ela faleceu em 15 de dezembro de 2020. A empresária foi representada por seu filho Jader Nicolau.

Theodosina Rosário Ribeiro

Theodosina Rosário Ribeiro nasceu em 29 de maio de 1930, em Barretos. Foi formada em direito, pela FMU, e em filosofia, pela Universidade de Mogi das Cruzes. Em 1970, foi a primeira vereadora negra da Câmara Municipal de São Paulo, e, em 1974, a primeira deputada negra da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Na Alesp, ocupou o cargo de vice-presidente ao longo de três legislaturas. Theodosina morreu em 22 de abril de 2020, em São Paulo.

Edição Thereza Santos

Neste ano, a oitava edição da medalha Theodosina Ribeiro recebeu o nome de Thereza Santos. Thereza nasceu no Rio de Janeiro/RJ, em 1930, e morreu em Guarapuava/PR, em 2012. Ela foi escritora, atriz, dramaturga, professora e ativista pelos direitos das pessoas negras. Integrou o Movimento Negro, por mais de 50 anos, a UNE; e recebeu o título de Cidadã Paulistana, em 1993.

O evento completo está disponível no YouTube! Acesse link na imagem:

deputada

Deputada Leci Brandão em trasmissão ao vivo para a solenidade

Fonte Portal Alesp - Texto: Lucas Cheiddi - Foto: Marco Antonio Cardelino/ Reprodução Rede Alesp

Read 109 times Last modified on Thursday, 19 August 2021 20:08

parceria

Seja Bem-Vind@ | Conheça Leci | Propostas | Notícias | Espaço Cultura e Diversidade | Informativos fala Leci | Mais Publicações

Gabinete da Deputada Leci Brandão
Av. Pedro Alvares Cabral, 201, sala 3024, 3º andar
São Paulo - SP - Fone: (11) 3886-6790
Secretaria e agendamento: lecibrandao@al.sp.gov.br
Comunicação e imprensa: deputadalecibrandao@gmail.com
Desenvolvido por MOVIMENTO WEB E ARTES GRÁFICAS E WEBGERAL