Notícias e Novidades
Quarta, 25 Outubro 2017 20:33

Taxas de homicídio da juventude negra são discutidas em audiência pública

Deputada Leci Brandão Deputada Leci Brandão José Antônio Teixeira

No dia 10 de outubro, movimentos sociais, em parceria com os mandatos da deputada Leci Brandão e deputado Carlos Bezerra Jr., realizaram uma audiência pública na Assembleia Legislativa para discutir o extermínio da juventude negra em São Paulo. A audiência foi motivada pelos números do Atlas da Violência no Brasil, que atestam um crescimento dos homicídios que atingem principalmente negras e negros nas periferias.

Segundo o estudo, de cada cem pessoas assassinadas, 71 são negras. De acordo com informações do Atlas, negros possuem chances 23,5% maiores de serem assassinados em relação a brasileiros de outras raças, já descontado o efeito da idade, escolaridade, do sexo, estado civil e bairro de residência. Outro dado inferido deste estudo é que os jovens entre 12 e 29 anos são os que têm maior probabilidade de serem vítimas. Ainda mais preocupante no Atlas é o crescimento do feminicídio que vitimiza mulheres negras. Enquanto a mortalidade das mulheres não negras (brancas e asiáticas) caiu 7,4% entre 2014 e 2015, houve um aumento de 22% entre as mulheres negras.

Ao final da audiência, os movimentos sociais negros organizados apresentaram propostas para os órgãos públicos do Executivo, Legislativo e Judiciário para enfrentar o problema. Estiveram na audiência pública representantes do Ministério Público, Defensoria Pública, Ouvidoria e Corregedoria da Polícia Militar, Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Núcleo de Combate ao Racismo da OAB e a Coordenadoria de Políticas Para a População Negra e Indígena do Estado de São Paulo, órgão subordinado à Secretaria de Justiça do Estado.

Além dos representantes dos órgãos públicos e os parlamentares, a audiência contou com representantes de organizações do movimento negro como a Convergência Negra, Frente Alternativa Preta, Marcha das Mulheres Negras, Rede de Proteção e Resistência ao Genocídio, Mães de Maio, além de entidades de jovens e mulheres da periferia. Também está prevista a presença de representante do IPEA que elaborou o Atlas da Violência.

Confira o álbum de fotos aqui.

Ler 387 vezes Última modificação em Quarta, 25 Outubro 2017 21:04

parceria

Seja Bem-Vind@ | Conheça Leci | Propostas | Notícias | Espaço Cultura e Diversidade | Informativos fala Leci | Mais Publicações

Gabinete da Deputada Leci Brandão
Av. Pedro Alvares Cabral, 201, sala 3024, 3º andar
São Paulo - SP - Fone: (11) 3886-6790
Secretaria e agendamento: lecibrandao@al.sp.gov.br
Comunicação e imprensa: deputadalecibrandao@gmail.com
Desenvolvido por MOVIMENTO WEB E ARTES GRÁFICAS E WEBGERAL